Search
  • Criativos

Bianca di Priolo fala sobre as técnicas utilizadas no cenário da terceira temporada da websérie

Cenógrafa e diretora de arte, Bianca di Priolo é a profissional responsável pelo ambiente jovial e descontraído em que gravamos a websérie Profissões da Economia Criativa. Ela conta um pouco de seu processo criativo, desde o momento da procura e compra de objetos até a montagem ideal para o projeto, além da importância do estudo e repertório para a realização de um bom trabalho.


Confira, abaixo, o processo criativo da concepção de nosso cenário.


Quais os principais critérios utilizados por você na hora de produzir o cenário do projeto "Profissões da Economia Criativa"?

Considerei, na criação, uma abordagem voltada ao público jovem que está escolhendo uma carreira e também ao jovem que deseja repensar uma carreira já consolidada. O cenário que idealizei contemplaria um espaço que acolhesse todas pessoas de forma confortável, como se fosse uma sala de estar, leve e divertida para bater papo entre amigos e que ao mesmo tempo contemplasse essa abertura de conteúdo e ideias abordadas pela Websérie.

Quais foram os critérios/ lugares preferidos no momento da compra de objetos para o cenário?

Em todo início de projeto e concepção de cenografia, e após alinhar toda a parte de

conceito com o cliente, gosto de visitar lojas e lugares de "multi-coisas" que abram a criatividade e não tenham uma linha específica de produtos. Vale de tudo, desde antiquários, descartes de material, casas de construção civil! Após isso, faço uma listagem com fotos e preços dos escolhidos, para equilibrar cores, conceito e orçamento final disponível, para, só daí, retornar e efetivar a compra.

Como foi montar um cenário bem colorido e que, ao mesmo tempo, não tivesse poluição visual e não tirasse a atenção do espectador?

Esse era um dos desafios mais importantes, pois há fatores que não pude controlar, como por exemplo a cor da roupa dos convidados. Optei por utilizar um fundo neutro (preto) em que fiz as sobreposições de cores, permitindo um ambiente um pouco mais controlado quanto à poluição visual. Estudei imagens tridimensionais, simetria e proporções para prever e controlar os "pesos" dos volumes do cenário, considerando o espaço ocupado pelo convidado sentado.

Você já fez outros cenários para canais no Youtube? Quais pontos você levou em consideração durante o planejamento?

Para canal de entrevistas foi a primeira vez, mas já fiz cenários com temáticas diferentes para peças de teatro, para Ópera, webséries e curtas metragens. Para todos esses trabalhos, há sempre os pontos típicos de um projeto (prazo, orçamento, execução/ instalações,etc) que sempre acompanham as minhas escolhas, mas o que mais levo em consideração é alcançar o objetivo criativo na composição do cenário, atendendo ao cliente que me contrata. Cenário deve, antes de mais nada, complementar a história, a narrativa, a entrevista, a música, o tema, sem tirar o destaque dos que realmente devem brilhar, que são: a personagem, o entrevistado e o conteúdo a ser divulgado.

Você é formada em Arquitetura. Em que essa formação pode ajudar quem quer se especializar em cenografia?

A Arquitetura é uma Arte, mas ao mesmo tempo é uma Ciência. Ela une a criação e a parte técnica, o orgânico e o geométrico. Essa formação em Arquitetura amplia o leque de possibilidades de atuação no mercado de trabalho. Especificamente para Cenografia, os conhecimentos e habilidades adquiridos de História da Arte, da utilização do Espaço, da aplicação da Composição, do Estudo das cores e do Balanceamento dos volumes, são pré requisitos que considero essenciais para a apresentação de um resultado mais aderente ao desejo do cliente.


Curtiu a entrevista? Siga a Bianca no Insta: @dipriolo

0 views
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now