Search
  • Criativos

Camila de Oliveira conta a rotina de uma diretora de fotografia

Chegamos aos posts sobre a segunda temporada da websérie Profissões da Economia Criativa. Desta vez, com histórias incríveis de mulheres e profissionais inspiradoras!


Camila de Oliveira estudou jornalismo e audiovisual. Sempre muito interessada em fotografia, realizou alguns trabalhos de fotojornalismo (alguns até renderam encontros com profissionais incríveis!), mas descobriu que a fotografia em movimento é o que faz seu coração palpitar. Como diz nossa convidada, a produção dessa arte é sempre experimental, com o intuito de transmitir uma mensagem para além do texto e da atuação. Afinal, a imagem é uma das mais importantes linguagens.


Durante a entrevista, Camila dá algumas dicas para quem deseja seguir um caminho parecido, relata sua trajetória profissional e explica algumas funções da área. Cinema, curtas, referências ao longo da carreira e até publicidade e videoclipes: produção e direção fotográfica é uma área ampla, que está sempre em crescimento. Por isso, vale a pena conferir nosso bate-papo. Quem sabe você não descobre um novo interesse? Vem com a gente!

Jorge Araújo

Fotojornalista desde meados dos anos 60, transitou por veículos que marcaram a história da imprensa brasileira, como o Última Hora e a Folha de S. Paulo. Jorge Araújo recebeu os mais importantes prêmios direcionados a profissionais da comunicação no Brasil, como o Prêmio Esso. Também presenciou muitas mudanças no jornalismo nacional e internacional, os quais estão sempre adaptando a linguagem e a forma de registrar os acontecimentos. Quer saber mais? Confira a entrevista incrível que fizemos com Jorge Araújo! É só clicar aqui.


Boutique Films

Produtora independente, que realiza conteúdos inovadores voltados à televisão aberta e paga, como os canais Cartoon Network, Warner Channel, Discovery, Discovery Kids, Globo, GNT, HBO, Universal, Nickelodeon, Globonews e TV Brasil. Foi a produtora responsável pela primeira produção original da Netflix no Brasil: a série 3% (indicamos MUITO!) e pela série Onisciente, também da plataforma de streaming.


Amácio Mazzaropi

Considerado o maior cômico do cinema brasileiro, participou de 32 produções cinematográficas. Primeiramente, como ator e, a partir de 1958, também como produtor. É o único artista que ficou milionário fazendo filmes no Brasil, com produções que se tornaram um fenômeno entre o público por mais de três décadas.


Transmídia

É uma estratégia muito adotada por diferentes empresas, com o objetivo de potencializar a criação de narrativas sobre marcas e produtos. Por meio da transmídia, é possível contar uma história por diferentes meios (livros, filmes, jogos, televisão, etc.), apresentando conteúdos complementares, que, por conta da pluralidade de plataformas, atingem mais pessoas e, consequentemente, geram mais engajamento.


Os Sapatos de Haruka

Primeiro curta de nossa entrevistada! Conta a história de uma família japonesa que migra para o Brasil para trabalhar com agricultura em Quirim, interior de São Paulo. A protagonista é Haruka, uma jovem de 15 anos que nasceu e foi criada nessa cidade. O tema envolve os problemas econômicos enfrentados pela família. No entanto, a morte da mãe é o principal acontecimento que estremece todas as relações familiares.


Akira Kurosawa

Foi um dos cineastas japoneses mais importantes, influenciando uma grande geração de diretores. Kurusawa é considerado um dos mais importantes e influentes cineastas da história do cinema, tendo dirigido 30 filmes ao longo de seus cinquenta anos de carreira. Em 1989, recebeu o Oscar pelo conjunto de suas realizações cinematográficas.


Sonhos (Yume)

Filme nipo-estadunidense de 1990, baseado em sonhos reais que o diretor Akira Kurosawa teve durante sua vida. Com mais imagens do que diálogos, o filme divide-se em oito histórias diferentes, mas unidas por um tema em comum. Foi exibido no Festival de Cannes de 1990, entre as produções fora de competição.


Yasujiro Ozu

Diretor e roteirista japonês internacionalmente conhecido, o qual iniciou sua carreira na era do cinema mudo. Fez 53 filmes ao todo, sendo 26 em apenas seus cinco primeiros anos como diretor. Yasujiro dirigiu uma série de comédias curtas, antes de voltar a temas mais sérios na década de 30. Um dos principais temas abordados por Ozu é o casamento e a família, com foco nas relações entre as gerações.


Em Chamas

Filme sul-coreano de quase duas horas e meia, que aborda um triângulo amoroso, envolvendo amor, ciúme e inveja. O diretor Lee Chang-dong (cineasta, roteirista e romancista sul-coreano) utilizou como inspiração para a produção o conto "Queimar Celeiros", do escritor japonês Haruki Murakami.


Siga Camila no Instagram: @camiladeoliveira1982

0 views
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now