Search
  • Criativos

Já ouviu falar de livros digitais interativos? Conheça a Storymax e o Inventeca!

Quem ama livros já pensou, pelo menos uma vez na vida, em trabalhar com isso. A Samira Almeida sempre adorou ler, fez jornalismo, é voluntária em mediação de leitura e pesquisadora de educomunicação. Ufa! Ela juntou todas essas paixões e conhecimento e fundou uma editora de livros digitais interativos. Se você já viu a entrevista que fizemos com ela, sabe do que estamos falando. Se não viu, não se preocupe! Veja o vídeo no final desse texto!


Sócia da Storymax e cocriadora do Inventeca, Samira Almeida está inovando no mercado editorial e contribuindo para a transformação social por meio da leitura. Fizemos uma listinha com a explicação de alguns termos, locais e pessoas citadas pela Samira.


Ah, e não esquece: tem a entrevista completa em podcast, a partir das 7h do dia 8 de maio, em todas as plataformas de podcast! Aproveita e se cadastra aqui pra receber o e-book gratuito com todas as entrevistas dessa temporada, assim que for lançado!


Startup

Esse nomezinho brilha os olhos de muita gente que curte tecnologia! Startup é uma empresa diferentona, geralmente (mas nem sempre) baseada em conceitos tecnológicos e (aí, sim, sempre) com foco em inovação.


MVP

A sigla significa "Minimum Viable Product", que é o produto mínimo viável pra colocar no mercado. É um termo startupeiro, que define a primeira versão de um produto. Pode também ser conhecido como "versão beta" ou então protótipo.


Programa de Aceleração (para startups)

Se você acaba de abrir a sua startup e precisa de um gás para fazer o seu negócio acontecer, um programa de aceleração talvez seja o caminho. Esses programas servem para impulsionar o seu negócio, oferecendo algumas ferramentas como suporte, investimento e etc. A empresa aceleradora investe capital financeiro e intelectual, recebendo uma participação nos negócios. No vídeo, a Samira comenta sobre o SEED, programa de aceleração que acontece em Minas Gerais.


Frankenstein

Clássico absoluto da então jovem Mary Shelley que, do alto de seus 19 anos, escreveu a história de Victor Frankenstein, o responsável pela criação do gigante monstro. Ao contrário do que muitos até hoje dizem, Frankenstein é o nome do criador e não da criatura! Essa história é uma das mais influentes da literatura de terror/ficção científica e já ganhou inúmeras adaptações no cinema, no teatro e em livros digitais interativos (já baixou o seu, da Storymax?)


Prix Jeunesse Ibero-americano

O Festival comKids – Prix Jeunesse Iberoamericano é um grande evento interativo voltado para a apreciação de obras de audiovisual realizadas para crianças e adolescentes nos idiomas espanhol e português. Com premiação em 6 categorias, o festival também conta com masterclasses e mostras gratuitas das obras selecionadas para o público!


Porto Digital

O Porto Digital fica na maravilhosa cidade do Recife e é um parque tecnológico referência em Economia Criativa. Ele foi fundado em 2000, abriga mais de 300 empresas e já foi até utilizada como referência na Universidade de Berkley. Além de contribuir (e muito) para a economia pernambucana, o parque também é responsável pela virada no histórico bairro do Recife Antigo, jogado às traças na época de sua criação. Hoje, o bairro já conta com 80 mil metros quadrados de prédios históricos recuperados graças ao Porto Digital.


Editais

Editais são concursos para inscrição e viabilização de projetos. Os projetos podem ser educativos, culturais, esportivos, de saúde e por aí vai. O proponente (interessado na execução do projeto) inscreve sua ideia num portal buscando aprovação, patrocínio e visibilidade para o que quiser realizar.


Startup & Makers - Campus Party

Incrível programa que recebe projetos inovadores de startups (que você já sabe o que é!). Responsável por agitar o movimento Maker do Brasil, o programa oferece visibilidade para projetos bacanas que merecem total destaque (olha a Storymax aí, gente!).


Prêmio Jabuti

Podemos dizer que o Prêmio Jabuti é o Oscar da literatura brasileira. Com mais de 60 anos de existência, é a premiação mais tradicional do nosso país. Com várias categorias, todo autor pode enviar suas obras, sem a necessidade de fazer parte de editora. Legal, né?


SEED

Edital (que você já sabe o que é) mineiro de empreendedorismo e inovação. É um programa de aceleração (que você também já sabe! Olha quanto conteúdo, minha gente!) que conta com grandes mentores para fazer a empresa escolhida decolar. Durante 6 meses, a empresa tem acesso a um coworking (espaço de trabalho compartilhado) com infraestrutura e diferentes ferramentas para tirar ideias do papel e transformar em realidade!


Livro didático

Sabe aquele seu livro de matemática/português/história do colégio? Esse tipo de livro é chamado livro didático. É o material mais utilizado em salas de aulas e tem o objetivo de ensinar conteúdos específicos das disciplinas.


Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

São os 17 objetivos da ONU. Buscando transformar o mundo, a Organização das Nações Unidas criou 17 objetivos para erradicar a pobreza, proteger o meio ambiente e melhorar a vida de todos nós. Saiba mais aqui.


Mediadora de leitura

Ser mediador de leitura é fazer a ponte entre livro e leitor, criar novos leitores, entender o que é escrito e entender quem está do outro lado também. O mediador, antes de mais nada, precisa ser um ótimo observador, fazer a leitura do público para entender o que passar e como transmitir. Conhecendo o seu público, o mediador pode escolher a obra perfeita para captar atenção e interesse das pessoas pela leitura.


Paulo Freire

O pernambucano Paulo Freire foi e continua sendo figura importantíssima na história da educação brasileira. Nascido no Recife (sim, essa cidade é incrível, mesmo!) no ano de 1921, Paulo Freire foi educador, filósofo e é patrono da educação brasileira. Um dos mais celebrados pensadores no mundo, Paulo Freire é o autor de “Pedagogia do Oprimido”, em que defende que a escola deve ensinar a criança a ler o mundo porque só assim poderia fazer diferença nele. Clique aqui para saber mais sobre Paulo Freire!


B2B

O business-to-business é o comércio de empresa para empresa. Vamos lá… Quando uma empresa busca como cliente outra empresa e não o consumidor final (você, eu, todas as pessoas) o modelo de negócios dessa empresa é o B2B. Quando o cliente são as pessoas (consumidor final), é chamado B2C.


Captação de recurso

Quando você tem um projeto, existe a parte de captação de recurso para que ele aconteça. Apesar de parecer simples no papel, essa ação é estrategicamente planejada e a realização do projeto depende do sucesso dessa etapa. A captação de recursos cria uma apresentação do projeto, agenda uma conversa com os possíveis patrocinadores, negocia, para, enfim, mobilizar recursos financeiros para que o projeto seja realizado.


Product Owner

O PO de uma empresa pode assumir diversos papéis: ele pode ser desde o analista de marketing até fazer a parte estratégica do negócio. Apesar de ser um coringa em suas funções, o PO, independente da área que atue, tem sempre um objetivo: ele é o responsável por elevar ao máximo o valor do produto, seja ele qual for.



Links para você conhecer o trabalho da Samira:

Baixe o Inventeca no Google Play: bit.ly/2WuD7Ig e na App Store: apple.co/2SHz22g

Conheça a Storymax: http://storymax.me/

Conheça o livro "Frankie for Kids": http://storymax.me/frankie


14 views
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now